O que é a industria 4.0? É um conceito de indústria proposto recentemente e que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura.

A partir de Sistemas Cyber-FísicosInternet das Coisas e Internet dos Serviços, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis.

Isso significa um novo período no contexto das grandes revoluções industriais. Com as fábricas inteligentes, diversas mudanças ocorrerão na forma em que os produtos serão manufaturados, causando impactos em diversos setores do mercado.

indústria 4.0 industria 4industria 4 Indústria 4.0: O que é, e como ela vai impactar o mundo.

O termo industria 4.0 se originou a partir de um projeto de estratégias do governo alemão voltadas à tecnologia. O termo foi usado pela primeira vez na Feira de Hannover em 2011.

Seu fundamento básico implica que conectando máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de valor que podem controlar os módulos da produção de forma autônoma. Ou seja, as fábricas inteligentes terão a capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas nos processos e se adaptar aos requisitos e mudanças não planejadas na produção.

A Industria 4.0 dispões de princípios para sua implantação e desenvolvimento, possuindo Capacidade de operação em tempo real, ou seja, aquisição e processamento em instantâneo, permitindo tomadas de decisão em tempo real. Virtualização, ou seja, tudo o que rodar será virtualizado como sensores e maquinários, facilitando seu gerenciamento e autonomia. Descentralização as tomadas de decisão serão realizadas automaticamente, de acordo com as necessidades visadas, logo os módulos da fábrica inteligente trabalharão de forma descentralizada a fim de aprimorar os processos de produção. Também utilizara a Internet Orientada a serviços que são arquitetura de softwares orientadas. E por ultimo a modularidade onde será visada a produção sob demanda ativado e desativando módulos necessários realizando as tarefas de acordo com a necessidade.

Com base nos princípios acima, a industria 4.0 é uma realidade que se torna possível devido aos avanços tecnológicos da última década, aliados às tecnologias em desenvolvimento nos campos de tecnologia da informação e engenharia. Como por exemplo a internet das coisas que consiste na conexão de objetos físicos, ambientes, máquinas e veículos. Outro beneficio é o Big Data Analytics que por sua vez captura informações de dispositivos, sensores e etc. que são bem uteis para a otimização de processos. Também visando a segurança e robustez de sistemas verificando falhas de comunicação ou eventuais “engasgos” podem causar falhas no funcionamento Com toda essa conectividade, também serão necessários sistemas que protejam o know-how da companhia, contido nos arquivos de controle dos processos.

Além destas tecnologias, outros dispositivos terão um papel importante na industria 4.0. Como a tecnologia RFID, que vem ganhando espaço com os sistemas de rastreabilidade industrial, e os módulos IO-Link.

Esses módulos possuem endereço IP próprio, com conexões diretas de alto e baixo nível, portanto, descentralizam e organizam a rede de sensores e demais componentes.

Com o processo de modularidade da indústria 4.0, aliado à crescente quantidade de sensores que serão utilizados nas fábricas inteligentes, os módulos IO-Link desenvolvimento de sistemas Cyber-físicos para fábricas inteligentes.

Conexões de dispositivos industriais convencionais x Conexões via módulos distribuídos IO link. ind stria 4ind stria 4 Indústria 4.0: O que é, e como ela vai impactar o mundo.

Conexões de dispositivos industriais convencionais x Conexões via módulos distribuídos IO-Link.

Conforme o avanço das tecnologias aqui citadas, a tendência é que em um futuro próximo as fábricas se adequem ao conceito de indústria 4.0, tornando-se altamente autônomas e eficientes.

Um dos maiores impactos causados pela indústria 4.0 será afetado por todo o mercado, vai contribuir para novos modelos de negócios. A customização prévia do produto por parte dos consumidores tende a ser uma variável a mais no processo de manufatura, mas as fábricas inteligentes serão capazes de levar a personalização de cada cliente em consideração, se adaptando às preferências.

Os profissionais também precisarão se adaptar, pois com fábricas ainda mais automatizadas novas demandas surgirão enquanto algumas deixarão de existir. Os trabalhos manuais e repetitivos já vem sendo substituídos por mão de obra automatizada, e com Indústria 4.0 isso tende a continuar.

Por outro lado, as demandas em pesquisa e desenvolvimento oferecerão oportunidades para profissionais tecnicamente capacitados, com formação multidisciplinar para compreender e trabalhar com a variedade de tecnologia que compõe uma fábrica inteligente.

Fonte: Citisystems.